top of page

10 tipos de ransomware mais conhecidos da internet

Atualizado: 19 de jun. de 2023

Com o crescimento exponencial da tecnologia e a crescente dependência da sociedade moderna em sistemas digitais, os ataques cibernéticos tornaram-se uma ameaça constante e cada vez mais sofisticada. Saiba os tipos de ransomware.


Entre as diversas formas de malware, o ransomware emergiu como uma das mais perigosas e lucrativas para os criminosos virtuais.


Essa categoria de malware se destaca por sua capacidade de criptografar dados valiosos dos usuários, tornando-os inacessíveis até que um resgate seja pago.


O que é ransomware?


Ransomware é uma forma de malware (software malicioso) que tem como objetivo principal criptografar os dados de um usuário ou de um sistema, tornando-os inacessíveis sem a chave de descriptografia correta.


Essa categoria de malware recebe esse nome porque exige um resgate, geralmente pago em criptomoedas, em troca da liberação dos dados criptografados.


Os tipos de ransomware costumam ocorrer por meio de diversos métodos, como emails de phishing, downloads de arquivos infectados, exploração de vulnerabilidades em sistemas ou até mesmo por meio de ataques direcionados a empresas, ou organizações.


Uma vez que o ransomware se instala em um sistema, ele inicia o processo de criptografia dos arquivos, tornando-os inutilizáveis para o usuário.


Após a conclusão da criptografia, os criminosos virtuais exibem uma mensagem de resgate na tela do dispositivo infectado, informando ao usuário que seus arquivos serão liberados somente mediante o pagamento de uma quantia em dinheiro.


Os valores exigidos pelos hackers podem variar, muitas vezes sendo altos o suficiente para incentivar a vítima a pagar o resgate para recuperar seus dados.


Os ataques de ransomware têm causado prejuízos significativos para indivíduos, empresas e até mesmo para instituições governamentais.


Além do impacto financeiro, esses ataques também podem levar a perdas de dados críticos, interrupção de serviços, danos à reputação e comprometimento da privacidade das vítimas.

A evolução constante do ransomware tem levado à criação de diferentes variantes e técnicas de ataque, o que torna o combate a essa ameaça um desafio contínuo.

É fundamental que os usuários adotem medidas preventivas, como manter sistemas e softwares atualizados, fazer backups regularmente e ter uma política de segurança bem definida para proteger-se contra esses ataques cada vez mais frequentes e sofisticados.


10 tipos de ransomware mais conhecidos da internet

Existem muitos tipos de ransomware conhecidos na internet, cada um com suas próprias características e métodos de criptografia.

A seguir, apresento uma lista com 10 exemplos de ransomware amplamente conhecidos:

  1. WannaCry: Lançado em 2017, o WannaCry foi um dos ataques de ransomware mais impactantes da história, infectando milhares de computadores em todo o mundo. Ele explorava uma vulnerabilidade no protocolo SMB (Server Message Block) e exigia pagamentos em Bitcoin.

  2. CryptoLocker: Lançado em 2013, o CryptoLocker foi um dos primeiros ransomware a se tornar amplamente conhecido. Ele se propagava principalmente por emails de phishing e utilizava criptografia RSA para bloquear os arquivos.

  3. Locky: O Locky surgiu em 2016 e também se espalhava por meio de emails maliciosos com anexos infectados. Ele usava a criptografia AES para bloquear os dados e exigia resgate em Bitcoin.

  4. Petya/NotPetya: O Petya, mais tarde conhecido como NotPetya, apareceu em 2016 e foi responsável por um ataque massivo, afetando várias organizações em todo o mundo. Ele se propagava por meio de explorações de vulnerabilidades e também exigia pagamentos em Bitcoin.

  5. Cerber: O Cerber foi um ransomware ativo entre 2016 e 2017 e era conhecido por sua capacidade de se espalhar rapidamente. Ele era distribuído principalmente por meio de kits de exploração e também exigia resgate em Bitcoin.

  6. GandCrab: O GandCrab foi um ransomware amplamente disseminado entre 2018 e 2019. Ele era distribuído por meio de campanhas de phishing e kits de exploração, e exigia pagamentos em criptomoedas como Bitcoin, Dash e Monero.

  7. Ryuk: O Ryuk é um ransomware que ganhou destaque em 2018 e é frequentemente associado a ataques direcionados a grandes empresas e instituições. Ele é distribuído por meio de ataques de phishing e utiliza criptografia RSA para bloquear os arquivos.

  8. SamSam: O SamSam é um ransomware que tem como alvo principalmente organizações e serviços públicos. Ele é conhecido por invadir sistemas vulneráveis e explorar vulnerabilidades para se espalhar pela rede interna.

  9. Maze: O Maze foi um ransomware notório em 2019 e 2020. Além de criptografar os arquivos, ele também ameaçava vazar os dados das vítimas caso não fosse pago o resgate exigido.

  10. Dharma: O Dharma é um ransomware que tem se espalhado ativamente desde 2016. Ele é distribuído principalmente por meio de RDP (Remote Desktop Protocol) e também utiliza criptografia RSA para bloquear os arquivos.

É importante ressaltar que esses são apenas alguns tipos de ransomware conhecidos e que a lista está em constante evolução, à medida que novas variantes são desenvolvidas pelos cibercriminosos.


Portanto, é fundamental manter-se atualizado sobre as ameaças mais recentes e adotar práticas de segurança adequadas para proteger-se contra esses ataques.

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page